Garantizar un futuro para todos
lam80arabe_vie_digne_enfants_.jpg

Um objetivo da nossa associação é a reinserção de jovens, mulheres e homens, que vivem situações difíceis. É o caso de Cecília, 26 anos, mãe de duas crianças. O seu marido emigrou para o Gabão à procura de trabalho e deixou o encargo das crianças à sua mulher e aos seus próprios pais.

Para prover às necessidades da família, Cecília trabalhava o dia inteiro na limpeza das ruas porque não tinha nenhuma formação profissional. Sabia que esta atividade não lhe garantia nenhum futuro. Decidiu, então, vir ao nosso Centro para fazer formação em costura. Quando chegou, ela já tinha explicado a sua situação aos responsáveis
que lhe cederam um dia de trabalho além do fim-de-semana, de modo a que pudesse continuar a fazer o seu trabalho de limpeza e não ser muito pesado para a vida das crianças.

Depois de quatro meses de aprendizagem, o encargo de tomar conta das
crianças parecia ultrapassar as capacidades da família do marido. A família decidiu que Cecília devia abandonar a sua formação e dedicar-se exclusivamente à sua atividade de limpeza.

Nós, responsáveis de AMAF-BENIN, fomos ter com a família do marido depois de termos conhecimento da sua decisão sobre o futuro de Cecília. Tentámos por todos os meios convencê-los a deixarem a jovem mulher continuar a sua formação. Apresentámos, também, a várias ONG, a possibilidade de apadrinharem as crianças e, neste momento, está em curso o estudo dos respetivos dossiês.

Faïti A., amaf-Bénin
(amis de l'Afrique Francophone Bénin)
Carta 73 - 2010